Notícias

Suspeito de roubar a paisagem de Renoir de Dorotheum preso

Mas dois de seus associados, que tiraram a foto do prédio do mais antigo leilão de Viena, continuam à solta.A polícia deteve um dos suspeitos no roubo de Pierre-Auguste Renoir de uma exposição de pré-venda na casa de leilões Dorotheum, em Viena. Uma porta-voz da promotoria de Viena, Nina Bussek, confirmou que o cidadão ucraniano foi preso em Amsterdã e os advogados estão discutindo sua extradição com as autoridades da Holanda.Golfo, mar, rochas verdes Os ladrões não tentaram esconder seus rostos das câmeras de vigilância e deixaram a mansão através de diferentes entradas. Levaram apenas alguns minutos para concluir a operação. A vista chamada “Baía, mar, penhascos verdes” (1895) foi estimada em 120-160 mil euros e deveria ter sido martelada em 28 de novembro.
Segundo a Agência de Notícias da Áustria, dois outros suspeitos ainda estão na lista de procurados, mas as autoridades se recusaram a divulgar detalhes adicionais, citando o fato de que a investigação continua.Fotos de três suspeitos de roubo, publicados pela polícia de Viena. Fonte: Arte e Objeto "A identificação do suspeito preso foi possível graças a fotografias de alta qualidade das câmeras de vigilância Dorotheum", disse uma porta-voz da casa de leilões. "Esperamos que os outros dois criminosos sejam capturados em breve e que a investigação seja concluída com sucesso."
Devido à investigação em curso, os jornalistas não podem obter respostas para uma série de questões importantes. Nem o Ministério Público austríaco nem o secretário de imprensa da polícia de Viena estavam dispostos ou aptos a dizer se a foto roubada foi encontrada, como o suspeito foi rastreado da Holanda até a Ucrânia ou se há alguma informação sobre o paradeiro de seus cúmplices. no Instagram
Baseado na notícia do artnet

Assista ao vídeo: Suspeito de tentar assassinar adolescente é preso em Ribeira do Pombal (Novembro 2019).

Загрузка...